Consumo de energia até 2040 deve crescer mais de 50%

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Um relatório da Administração de Informação de Energia dos EUA, que faz parte do Departamento de Energia (DOE) do governo norte-americano, afirmou que o consumo global de energia vai crescer mais de 50% até  2040. O documento aponta que a maior parte do crescimento será observada nos mercados emergentes que estão em busca de combustível para impulsionar a expansão econômica.

Outra previsão é que os combustíveis fósseis ainda dominarão o mercado, com o consumo de gás natural crescendo mais que os outros. A explosão na oferta de fontes não convencionais de energia sustentará o aumento da demanda por gás natural, enquanto os preços altos do petróleo estimularão os países a se afastarem do uso de combustíveis líquidos quando possível, segundo o DoE.

Segundo as informações do documento, nas próximas três décadas, o consumo mundial de energia deverá crescer 56%, puxado pela expansão do mundo em desenvolvimento.

As energias renovável e a nuclear são fontes que mais crescem atualmente. Cada uma delas tem expansão anual de 2,5%. No entanto, o relatório do DoE prevê que os combustíveis fósseis continuarão abastecendo quase 80% do uso mundial de energia até 2040.

O relatório do projeta que o preço do brent ficará em média em US$ 105 por barril neste ano e em US$ 100 por barril em 2014. O relatório também estima que os preços subirão no longo prazo, com o preço global do petróleo em dólares de 2011 alcançando US$ 106 por barril em 2020 e US$ 163 por barril em 2040. Fonte: Dow Jones Newswires.