Produtora de torres eólicas foi implantada no RS

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

A fabricação de energia eólica no Rio Grande do Sul adquiriu reforço com uma nova fábrica de torres eólicas. Da unidade, inaugurada nesta semana, devem sair até 120 torres de aço anualmente, capazes de fornecer 350 MW de eletricidade.

Com o investimento de R$ 30 milhões, 90 empregos diretos foram criados para a região e outros 250 indiretos.

Segundo o prefeito Jairo Jorge, tal iniciativa, vai trazer crescimento na arrecadação e também exportaremos tecnologia.

A unidade que está em funcionamento foi construída em uma área de 11 mil metros quadrados, ao lado da fábrica de transformadores da Alstom, no bairro Industrial. De acordo com o presidente da empresa no País, Marcos Costa, o primeiro contrato do empreendimento está garantido, para fornecimento de torres ao complexo Corredor do Senandes.

 A fábrica canoense é a segunda do segmento eólico da América Latina pertencente a Alstom.Aprimeira, que fica na Bahia, teve a capacidade dobrada alcançando 600MW, uma possibilidade que o futuro pode ser executada na cidade, segundo o executivo.