HSBC anuncia fim de suas atividades no Brasil

, Mercado, Política
Foto: Divuglação

Foto: Divuglação

O banco britânico HSBC anunciou nesta terça-feira que vai encerrar suas atividades no Brasil, além de suprimir 50 mil postos de trabalho, como parte de uma reestruturação mundial da empresa. O HSBC também venderá suas atividades na Turquia.

A intenção do banco é eliminar quase 10% do número de funcionários, entre 22 mil e 25 mil empregos, segundo um plano divulgado em seu site. Além deste número, outros 25 mil postos de trabalho devem ser suprimidos com a venda das atividades no Brasil e na Turquia, segundo o banco.

No Brasil, no entanto, o banco pretende manter uma presença só para os clientes institucionais.

O HSBC fechará várias agências ao redor do mundo, acelerará o processo das transações e vai deslocar milhares de postos de trabalho para países “de baixo custo e alta qualidade” de mão de obra, segundo o plano do banco.

A decisão é parte da meta de “reduzir os custos em algo entre US$ 4,5 bilhões e US$ 5 bilhões anuais até 2017″, segundo uma nota enviada à Bolsa de Hong Kong.

O HSBC também pretende “acelerar os investimentos na Ásia”, em particular no sul da China e no sudeste do continente, “para captar oportunidades de crescimento futuro e adaptar-se às evoluções estruturais” do mercado bancário.

O diretor geral do HSBC, Stuart Gulliver, vai apresentar o plano do banco em uma reunião em Londres com investidores.

O maior banco da Europa sofreu uma queda nos resultados em 2014 e foi afetado por grandes multas, sobretudo no Reino Unido e nos Estados Unidos.