Gás natural é beneficiado por nova resolução da Aneel

, Mercado

A nova resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que incentiva a geração de energia com baixos índices de emissão de poluentes, foi recebida com otimismo pelos órgãos relacionados ao setor de cogeração, ou produção de gás natural para geração de energia elétrica.

A Resolução Normativa 482/2012, da Aneel, cria o que é chamada de “geração compartilhada”, que possibilita o lançamento de consórcios ou cooperativas que gerem energia e a utilizem, reduzindo custos por meio do Sistema de Compensação de Energia.

Em Minas Gerais, Warlei Agnelo, engenheiro e analista de operações de relacionamento com clientes da Gasmig – distribuidora exclusiva de gás natural no estado –, explicou que a criação de tais unidades de cogeração a gás permite que os envolvidos dividam investimentos, além de reduzir custos operacionais e abrir a possibilidade de ganho em escala na geração de energia.

“As novas regras da resolução estimulam os sistemas fotovoltaicos e eólicos, mas as cogerações qualificadas a gás também serão altamente beneficiadas, porque esse é o combustível mais apropriado por sua baixa emissão de poluentes, pelo seu preço mais acessível e elevados índices de segurança”, ressaltou Agnelo.

O calor proveniente da produção de gás para cogeração qualificada pode ser utilizado para aquecimento de água, geração de vapor e, até mesmo, refrigeração de ar condicionado. Warlei Agnelo ainda completa que, diferente da geração solar ou eólica, a energia gerada pelo gás natural não é intermitente e tem fornecimento garantido, além de exigir equipamentos compactos, que ocupam menos espaço do que os utilizados pelas outras fontes alternativas.

Deixe uma resposta