Ministro Fernando Coelho Filho participa da inauguração da UHE Jirau

, Mercado

No último dia 16, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, participou da cerimônia de inauguração da Usina Hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, a 120 quilômetros de Porto Velho (RO). Durante o evento, o ministro destacou a importância do empreendimento para o País.

“A usina é mais uma contribuição para a segurança energética do país. Uma energia limpa, pois temos muito orgulho da participação hidráulica na matriz energética, nós queremos continuar crescendo nas usinas renováveis, e eu acho que a usina de Jirau, no meio da floresta amazônica, com todos os desafios que teve, com todas as conquistas ambientais, serve de exemplo para outros empreendimentos”, disse o ministro, em conversa com jornalistas.

Durante a fala, o ministro relembrou dos desafios enfrentados por sua gestão desde a chegada ao Ministério, em maio deste ano, e que o MME precisou enfrentar problemas que vieram se acumulando ao longo de muitos anos, visando recuperar a saúde do setor elétrico.

Coelho Filho disse que, apesar de dificuldades momentâneas que o setor e o Brasil de um modo geral têm enfrentado, é preciso trabalhar para superar os obstáculos e preparar o caminho para a retomada do crescimento da economia nacional. “Se o crescimento econômico ainda não veio, ele haverá de vir, e são empreendimentos como esse que vão levar o País, nos próximos anos, a certeza de um crescimento com um preço de energia competitiva”, avaliou.

Sobre a UHE Jirau, o ministro avaliou que os desafios da usina ainda não terminaram, e que o MME manterá o canal de diálogo aberto com todas as empresas do setor, sejam elas públicas ou privadas, para que os desafios possam ser superados.

“Temos canal aberto para que possamos juntos ajudar a resolver os conflitos. E isso não diminui o papel do governo, muito pelo contrário. É papel do governo sim, de forma republicana, ajudar as empresas que apostam e que investem no Brasil a poder solucionar seus conflitos, ter os seus retornos, para que elas aí sim possam continuar a investir em nosso Brasil, que é isso que estamos precisando gerar emprego e renda”, analisou o ministro.

UHE Jirau

Composta por 50 turbinas, a UHE Jirau tem capacidade instalada de 3.750 megawatts e energia assegurada de 2.279,40 megawatts. Atualmente, é a terceira maior usina de geração hidráulica do Brasil e a 17ª do mundo, e a energia produzida no local pode atender a aproximadamente 40 milhões de pessoas.

O consórcio responsável pela construção e operacionalização da usina é a Energia Sustentável do Brasil, formado  pelas empresas Engie (40%), Eletrosul (20%), Companhia Hidrelétrica do São Francisco – Chesf (20%) e Mizha Participações S.A. (20%). Os investimentos do projeto foram da ordem de R$ 19,3 bilhões, e a concessão do empreendimento é de 35 anos. O leilão que negociou o empreendimento aconteceu em 19 de maio de 2008.

A geração da UHE Jirau é sob o conceito de Usina a Fio d’água. Nesse tipo de geração, não é necessário construir um grande reservatório de água para que a usina possa funcionar, o que reduz os impactos ambientais do projeto.

#GrupoMidia #GrupoMidia10Anos #FullEnergy #LiderancaEmEnergia #Energy #Energia #LiderancaEmGestao

Deixe uma resposta