China pode participar da conclusão de Angra 3

, Negócios
Para tentar concluir a usina nuclear de Angra 3, a Eletronuclear assinou um memorando com a China National Nuclear Corporation (CNNC) para realizar estudos para retomar as obras da unidade.
Devido ao abandono das obras pelas empreiteiras que foram contratadas e são investigadas pela Operação Lava Jato, o projeto está parado desde 2015.
Segundo a estatal, o acordo com os chineses prevê grupos de trabalho para analisar os aspectos do recomeço da construção. A Eletronuclear disse que conversa com outras empresas, como a EDF, da França, a Korea Eletric Power Corporation, da Coreia do Sul, e a Rosatom, da Rússia.
Já foram investidos R$ 8,6 bilhões no projeto, e o Wilson Ferreira Jr, presidente da Eletrobras, disse que a paralisação gera prejuízos de R$ 1,4 bilhão ao ano.
Em julho de 2015, a 16ª fase da Lava Jato mirou nos contratos entre empreiteiras investigadas e a Eletronuclear e o pagamento de propinas para funcionários da estatal. Entre os presos estava o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear, que depois seria condenado a 43 anos de prisão pela Justiça do Rio de Janeiro.

#GrupoMidia #GrupoMidia10Anos #FullEnergy #LiderancaEmEnergia #Energy #Energia #LiderancaEmGestao

Deixe uma resposta