Inovacana apresenta inovações tecnológicas para a produção canavieira

Gigantes do setor canavieiro nacional já estão confirmados no INOVACANA, seminário realizado pelo Grupo IDEA e que irá discutir as tecnologias mais avançadas para aumento da produção de cana-de-açúcar no país. Um deles é a Usina São Martinho, conhecida mundialmente como a maior produtora de cana do planeta. Na ocasião, o gestor de inovação da Unidade, Walter Maccheroni, apresentará as inovações tecnológicas adotadas na área agrícola da usina que permitiram um expressivo aumento de produtividade.

O Grupo Colombo também terá seu espaço no evento, apresentando uma inovação no setor. Trata-se de uma técnica que permite um plantio semi-mecanizado de Meiosi (método inter-rotacional ocorrendo simultaneamente) utilizando uma colhedora de cana inteira.

Um seminário sobre inovações tecnológicas deve contar também com sistemas computadorizados extremamente avançados que permitiram melhor gestão dos processos. Este será o case da Usina São Manuel, que mostrará como o SIG-Sistema de Informações Geográficas, desenvolvido pela própria usina impactou positivamente na logística de colheita e na gestão agrícola da unidade.

Importantes centros de pesquisa também terão seu espaço no INOVACANA. O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) terá duas palestras ao longo do evento: uma abordando um sistema de trituração de palha montada em uma colhedora de cana e outra falando sobre sensores de solo e planta para melhorar a adubação em lavouras de cana.

A revitalização de solos na cultura da cana será o tema da palestra do professor Fernando Dini Andreote da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ-USP). Já a Granbio apresentará suas novíssimas variedades Vertix, que são pouco exigentes em solos, de alta tonelagem, fibrosas, além de produzirem mais do que 110 kg de ATR por tonelada na média de sete cortes, um avanço além da Cana Energia.

A Syngenta apresentará práticas de produção de mudas a partir de meristemas que limpam a cana de doenças e que comprovadamente estão aumentando a produtividade e os últimos resultados do uso do software Smartbio.

A Jacto abordará como a Telemetria aumenta a qualidade das pulverizações e operações mecanizadas e a John Deere apresentará seu maior avanço recente, o seu completo sistema sensor da produtividade e de impurezas vegetais instalado nas suas colhedoras de cana.

A Agrícola Campanelli, considerada como uma das empresas agrícolas mais tecnificadas do mundo, vai expor sobre o que realmente funciona na agricultura de precisão e como esta tecnologia melhorou a gestão agrícola da empresa.

Mas não para por aí, a Herbicat apresentará sua tecnologia de alta performance de aplicação associada a veículos de alta capacidade operacional que certamente será uma revolução na aplicação de defensivos. Já a Euroforte através do professor Flavio Pompei vai apresentar as suas inovações em fertilização que produzem significativos ganhos de produtividade, enquanto a Solinftec vai apresentar aos participantes os últimos avanços em logística e na administração da frota.

Por fim, a Bayer abordará a sua revolucionaria plataforma Digital Farming e a Basf apresentará o seu programa Agtech de desenvolvimento de novas tecnologias, que alia ferramentas para maior eficiência, produtividade e redução de custos.

E o público irá conferir, ainda, no final do primeiro dia, uma disputa acirrada entre as seis startups selecionadas, dentre as 24 que se inscreveram no Desafio IDEA-INOVACANA, que certamente trarão inovações tecnológicas para o setor canavieiro nacional, iniciativa esta que conta com o apoio da AgTech Garage, dos investidores da SP Ventures e do Sebrae.