Monitoramento do Setor Elétrico indica que não há risco de desabastecimento no país

 Em reunião extraordinária realizada no último dia 19 de setembro, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) não recomendou a geração termelétrica fora da ordem de mérito após avaliação de custo-benefício.  Apesar do indicativo do atraso do período úmido, não há risco de desabastecimento de energia no país.

 O Comitê, presidido pelo secretário-executivo de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, apontou que no mês de setembro, as chuvas estão abaixo da média. Para os próximos dias, há previsão de chuva fraca a moderada nas Bacias da Região Sul e pouca ou nenhuma chuva na região Sudeste/Centro-Oeste.

Para os próximos dois meses, a previsão é de baixo nível de armazenamento para os subsistemas do SIN e para os principais reservatórios. Foram feitos estudos de sensibilidade destes armazenamentos e indicadas medidas para preservação dos estoques nas usinas hidrelétricas de cabeceira.