Justiça autoriza a venda de Carcará para a Statoil

, Notícias

A Justiça bateu o martelo e a Petrobrás conseguiu uma importante vitória para seus planos de desinvestimentos. A 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF), em Recife, deu o sinal verde para que a estatal venda os 66% de participação no bloco BM-S-8 (Carcará) para a norueguesa Statoil.

 

O tribunal analisou um recurso apresentado pela Federação Nacional do Petroleiros e pelo Sindipetro de Alagoas e Sergipe. A venda do ativo foi anunciada em julho de 2016, por US$ 2,5 bilhões, valor que é contestado pelas entidades. Os petroleiros alegam que esse é um preço muito baixo para o potencial de produção do campo. Do total da venda, US$ 1,25 bilhão já entrou no caixa da empresa em novembro de 2016.

 

Os poços perfurados em Carcará confirmaram a presença de petróleo de excelente qualidade de 31 graus API e sem contaminantes (CO2 e H2S) e rochas reservatório também de excelente qualidade. Testes de formação realizados em um dos poços perfurados em 2015 confirmaram a continuidade do reservatório. Isto é, o reservatório atravessado nos 3 poços é o mesmo, e que a produtividade é elevada (médias de 20 mil a 30 mil barris por dia são comuns a alguns campos do pré-sal). A estimativa é que a área teria 2 bilhões de barris recuperáveis, mas, nas contas da Petrobrás, esse valor seria entre 0,8 a 1,3 bilhão de barris.

Fonte: Petronotícias

Deixe uma resposta