Absolar elege novo conselho de administração e amplia representação para as cinco regiões do Brasil

52

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), entidade nacional que representa o setor solar fotovoltaico no País, elegeu seu novo Conselho de Administração para o biênio 2016-2018. A nova gestão assume a partir do início de maio, com a missão de fortalecer e ampliar a atuação da Absolar nas cinco regiões do Brasil.

Os novos conselheiros foram eleitos durante a Assembleia Geral Ordinária da entidade, realizada no dia 27 de abril de 2016. Nelson Colaferro Junior, da empresa Blue Sol, foi reeleito para a presidência do Conselho de Administração. Três executivos foram apontados como vice-presidentes: Marcio Trannin, da empresa Enel Green Power, Hewerton Martins, da empresa Solar Energy do Brasil, e Luis Fernandez-Pita, da empresa SunEdison Brasil.

O colegiado conta ainda com cinco conselheiros regionais para as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Distrito Federal, Nordeste e Norte, além de mais onze membros permanentes, totalizando vinte conselheiros. A entidade conta, também, com um Conselho Fiscal, composto por três membros titulares e três membros suplentes, eleitos em 2015 para uma gestão até 2017.

“Agradeço a confiança de nossos associados para avançarmos nesta nova fase do Conselho de Administração da Absolar. A gestão 2016-2018 trabalhará para acelerar o desenvolvimento da fonte solar fotovoltaica no país, auxiliar os tomadores de decisão na estruturação de novas políticas e programas para a fonte e ampliar o número de empresas do setor solar fotovoltaico em nossa entidade”, comenta Nelson Colaferro Junior.

O Conselho de Administração da Absolar é responsável pelo planejamento estratégico das ações da associação, definição das diretrizes de atuação da entidade frente a seus interlocutores, como governo, mídia, ONGs e instituições setoriais, entre outros, e definição de metas de curto, médio e longo prazo.

Para o presidente executivo da Absolar, Dr. Rodrigo Sauaia, responsável pela gestão executiva e representação institucional da entidade, o novo conselho reflete não só a missão da entidade de levar os pleitos do setor a todo o País, mas, sobretudo, o positivo momento de crescimento da energia solar fotovoltaica no território nacional. “Com o crescimento da Absolar, ampliamos o Conselho de Administração da associação para um total de 20 membros, garantindo a representatividade interna dos diferentes segmentos do setor e portes de empresas associadas”, afirma Sauaia.

“Com isso, teremos uma representação mais transversal e abrangente nas áreas de geração distribuída e geração centralizada, bem como nas diferentes regiões do país. Este é um passo importante da entidade visando inserir, desenvolver e democratizar o uso da energia solar fotovoltaica na matriz elétrica brasileira”, acrescenta.