Braskem nomeia novo presidente

53

Depois de cinco anos no comando da Braskem, Carlos Fadiga será substituído por Fernando Musa, presidente da Braskem América, que concentra os negócios nos EUA e Europa.

A mudança ocorre depois da companhia iniciar a operação do Complexo Petroquímico no México, onde foram investidos cerca de US$ 5 bilhões, segundo comunicado.

Fadigas seguirá no Grupo Odebrecht, holding que controla a Braskem, para ajudar na nova etapa de internacionalização da fabricante.

Sob a liderança dele, a empresa passou a operar na Europa, fez grandes investimentos no México e consolidou a posição de sexta maior produtora de resinas plásticas do mundo, com um ebtida de R$ 9,4 bilhões em 2015.

“Uma das minhas prioridades será aprofundar a estratégia de crescimento e internacionalização, reforçando a competitividade em todas as nossas operações”, diz Fernando Musa, em nota à imprensa.

A nomeação ainda será submetida ao conselho de administração da Braskem.

Musa é engenheiro mecânico graduado pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica e tem MBA pelo Insead, na França, além de experiências em empresas, como McKinsey, Editora Abril e Monitor Group.

Ele entrou na Braskem em 2010 como vice-presidente da área de Planejamento Estratégico e desde março de 2012 atuava como presidente da Braskem América.