Capacidade instalada de geração de energia tem expansão de 9.764 MW em doze meses

69

Em fevereiro de 2017, a capacidade instalada total de geração de energia elétrica do Brasil atingiu 152.041 MW. Em comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve um acréscimo de 9.764 MW, sendo 5.891 MW de fonte hidráulica, 2.221 MW de fonte eólica, 1.651 MW de fontes térmicas, e 1 MW de fonte solar. Além disso, foi adicionada na matriz, a partir de janeiro de 2017, o montante de geração distribuída já instalada no Brasil, que atingiu 98 MW, sendo composta por 66 MW de solar, 15 MW de térmica, 10 MW de eólica e 7 MW de CGH. Os dados são do Boletim Mensal de Monitoramento, produzido pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

Em relação à produção total de energia elétrica para atendimento ao Brasil, em janeiro de 2017, a fonte hidráulica correspondeu a 80,8% do total gerado, 2,6 pontos percentuais (p.p) superior ao verificado no mês anterior. A participação da geração por fonte eólica na matriz de produção de energia elétrica do Brasil nesse período reduziu 0,6 p.p., bem como a de usinas térmicas, que reduziu 2,0 p.p.

Com relação ao mercado consumidor, em janeiro 2017, o consumo de energia elétrica atingiu 51.031 GWh, considerando autoprodução e acrescido das perdas, valor 4,4% superior ao verificado em dezembro de 2016. Além disso, foi verificada expansão de 2,1% no número de unidades consumidoras residenciais nos últimos 12 meses.

Expansão de novos empreendimentos

Apenas no mês de fevereiro de 2017 entraram em operação comercial 174,5 MW de capacidade instalada de geração, 12 km de linhas de transmissão e 1.422 MVA de transformação na Rede Básica.

O Boletim Mensal de Monitoramento do Sistema Elétrico Brasileiro é um documento oficial elaborado pela Secretaria de Energia Elétrica do MME com informações atualizadas e consolidadas sobre a operação eletroenergética no Brasil, permitindo o registro e acompanhamento de temas relevantes do Setor Elétrico, tais como a expansão e o desempenho dos sistemas de geração, transmissão e distribuição, as condições hidrometeorológicas e a política operativa adotada, o comportamento do mercado consumidor e as ocorrências de maior impacto ao Sistema Elétrico Brasileiro (SEB).

#GrupoMidia #GrupoMidia10Anos #FullEnergy #LiderancaEmEnergia #Energy #Energia #LiderancaEmGestao