CEA recebeu 43 mil reclamações em 2017; mais de 92% por falta de energia, diz Aneel

184

Reclamações por queda do serviço, cobranças indevidas, prejuízos por oscilações, entre outras, somaram 43.716 registros em 2017 contra a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). Os números contabilizam as solicitações nos canais de atendimento e também na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), responsável pela divulgação dos dados.

A quantidade foi menor que as contabilizadas em 2016, que superaram as 50 mil. Os números fazem parte da publicação anual Ouvidoria Setorial em Números.

Do total, 92,84% referem-se a falta de energia, como quedas e interrupções parciais. A contagem pela Aneel é feita no atendimento da companhia, pelo número 0800 096 0196. Foram 40.584 reclamações pela ausência do serviço no ano passado, 10% menos que em 2016.

No Amapá, até abril deste ano foram cadastradas 203.745 unidades consumidoras, média de uma reclamação para cada 4,6 clientes.

O levantamento também divulgou que em 2017 a CEA ressarciu R$ 61.265,50 em créditos aos consumidores em função de problemas registrados.

“Ao traçar um panorama da qualidade da distribuição de energia elétrica, a publicação subsidia as atividades de fiscalização e regulação da Aneel e, também, reforça seu compromisso com a transparência e com a prevenção de conflitos no setor elétrico”, declarou em nota a Agência.

Fonte: G1 Amapá