EUA podem suprir 39% de sua demanda por eletricidade com telhados solares

66

Limpa e econômica, a energia solar tem potencial para suprir a demanda por eletricidade numa escala bem maior do que costumamos imaginar. É isso o que mostra um estudo recém-divulgado pelo Laboratório Nacional de Energia Renovável (NREL, na sigla em inglês), nos EUA. Segundo a pesquisa, o país poderia obter 39% da energia elétrica que consome por meio da luz do sol se as casas, lojas e prédios contassem com painéis fotovoltaicos nos telhados.

Isso mesmo: o trabalho considerou apenas telhados, ou seja, sem incluir na conta os painéis instalados diretamente no solo, o que tornaria o impacto da energia solar para o país ainda mais relevante.

O órgão estima que a adoção massiva de painéis fotovoltaicos em telhados possa fornecer 1.118 gigawatts (GW) de capacidade e 1.432 terawatt-hora (TWh) de geração de energia por ano. Isso praticamente dobra a previsão divulgada pelo NREL em 2008, que era de 664 GW e 800 TWh por ano.De acordo com os pesquisadores, esse aumento resulta de melhores métodos de levantamento e análise de dados (usados, por exemplo, para identificar as construções adequadas) e também de avanços tecnológicos que trouxeram mais eficiência para o setor de energia solar.

O estudo reuniu dados sobre 128 cidades norte-americanas, que concentram 23% das construções do país. Foram avaliadas, entre outras informações, o tamanho de cada imóvel, sua exposição diária à luz solar e inclinação do telhado.