Exigência de postos de recargas para carros elétricos é debatida no Senado

172

Especialistas e representantes de entidades ligadas aos setores automotivo e de energia debatem nesta quarta-feira, 1º, no Senado Federal, o projeto de lei da Câmara (PLC) 65/2014, que obriga a instalação de postos de recarga para veículos elétricos em vias públicas, ambientes residenciais e comerciais.

A audiência pública é promovida pela Comissão de Serviços de Infraestrutura e tem a participação da sociedade abera pelo portal e-Cidadania ou Alô Senado (0800-612211). A reunião tem início marcado para às 8h30, na sala 13 da ala Alexandre Costa.

Devem participar do debate o assessor da Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Hugo Lamin; o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), Antônio Megale; o presidente executivo da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), Ricardo Guggisberg; o diretor da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE), Daniel Mendonça; e um representante do Ministério das Cidades.

O PLC 65/2014 estabelece que as concessionárias de energia instalem pontos de recarga de baterias junto às vagas de estacionamento público disponibilizadas para esse fim pelas autoridades locais. Órgão competente federal, ainda segundo as regras, promoverá os ajustes necessários dos contratos de concessão das empresas distribuidoras. O poder público vai desenvolver mecanismos para a instalação, nos prédios residenciais, de tomadas para recargas de veículos elétricos nas vagas de garagens.

Primeiro corredor do país
A CPFL Energia, Rede Graal e CCR Autoban firmaram, no início do ano, acordo que vai viabilizar a criação do primeiro corredor intermunicipal de veículos elétricos do país, que ligará Campinas a São Paulo. As companhias vão instalar o primeiro eletroposto rodoviário do Brasil no Posto Graal 67, na Via Anhanguera, no quilômetro 67, em Jundiaí.

“A criação do corredor elétrico proporciona mais segurança aos usuários dos veículos elétricos em suas viagens entre Campinas e São Paulo”, afirma o diretor de Estratégia e Inovação da CPFL Energia, Rafael Lazzaretti. No futuro, a previsão é expandir a infraestrutura para outros postos de serviços da Rede Graal, como o Posto 56, localizado na Via Bandeirantes. A parceria entre as empresas contou com o apoio institucional da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE).

Nos eletropostos, o veículo é recarregado em menos de uma hora. O posto da Rodovia Anhanguera recebeu um eletroposto universal doado pela fabricante suíço-sueca ABB, possibilitando o abastecimento de todos os tipos de carros elétricos disponíveis no mercado.

A CPFL ofereceu a infraestrutura do eletroposto rápido, que inclui transformador, carreador e cabeamento. A Rede Graal vai custear as despesas com consumo de energia. O atendimento será 24h por dia. Para reabastecer os seus carros nos postos do Graal, os usuários efetuarão um cadastramento para facilitar o monitoramento e a coleta de dados.