sábado, julho 20, 2019
Notícias Economia Na contramão do país, produção de biodiesel cresce no Mato Grosso do...

Na contramão do país, produção de biodiesel cresce no Mato Grosso do Sul, aponta ANP

140

Enquanto que no país a produção de biodiesel caiu 2,32% no acumulado de janeiro a maio deste ano em comparação com o mesmo período do ano anterior, de 1,609 bilhão de litros para 1,571 bilhão de litros, em Mato Grosso do Sul o processamento do biocombustível cresceu, ainda que de forma moderada, no mesmo período.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nestes cinco meses de 2016, foram fabricados no estado 91,392 milhões de litros de biodiesel, enquanto que no mesmo intervalo de tempo de 2015, o processamento foi de 90,456 milhões de litros, o que representa um volume 1,03% maior.

Com esse volume de processamento, o estado se manteve como o sexto maior produtor brasileiro de biodiesel. Ficou atrás do Rio Grande do Sul, com 424,233 milhões de litros; do Mato Grosso, com 342,274 milhões de litros; de Goiás, com 261,523 milhões de litros; do Paraná, com 154,842 milhões de litros e da Bahia, com 94,837 milhões de litros.

De acordo com a ANP, as duas plantas de produção de biodiesel que estão em operação em Mato Grosso do Sul registram aumento do volume processado na parcial de 2016 em relação a de 2015. A Cargill, em Três Lagoas, contabilizou um aumento de 1,05%, de 62,505 milhões de litros para 63,166 milhões de litros, enquanto que a Delta, em Rio Brilhante, ampliou seu processamento em 13,40%, de 24,889 milhões de litros para 28,225 milhões de litros.