Petrobrás vende sua participação no bloco do Pré-sal da Bacia de Santos por US$ 2,5 bi

81

Depois de aprovar o repasse do controle da BR Distribuidora, que reflete a imagem da Petrobras no País, agora o conselho de administração da companhia autorizou a venda da participação no bloco BM-S-8, que fica no pré-sal da Bacia de Santos e contém uma das maiores descobertas da Petrobrás nos últimos anos; o prospecto de Carcará, com uma coluna de óleo de cerca de 400 metros.

O acordo foi fechado com a norueguesa Statoil, por US$ 2,5 bilhões, e prevê a transferência dos 66% de participação que a estatal brasileira detém no bloco, sujeita a determinadas condições precedentes, como o direito de preferência por parte dos demais parceiros no BM-S-8 – Galp (14%), Queiroz Galvão Exploração e Produção (10%) e Barra Energia (10%) – e a aprovação pelos órgãos competentes. A operação da área, que estava sob as mãos da Petrobrás, também deverá ficar com a Statoil.

“A operação faz parte da política de gestão de portfólio da Petrobrás que prioriza investimentos em ativos com maior potencial de geração de caixa no curto prazo e com maior possibilidade de otimização de capital e de ganhos de escala, devido à padronização de projetos de desenvolvimento da produção”, afirmou a estatal em nota.

O pagamento será dividido de duas maneiras. A primeira parcela, correspondente a 50% do valor total (US$ 1,25 bilhão), será paga no fechamento da operação, enquanto o restante do valor será pago através de parcelas contingentes relacionadas a eventos subsequentes como, por exemplo, a celebração do Acordo de Individualização da Produção (unitização).

A Petrobrás informou ainda que está negociando com a Statoil um Memorando de Entendimento para a avaliação de outras iniciativas de cooperação estratégica com o objetivo de uma atuação de longo prazo.

“A operação abre oportunidades para que parcerias com outras empresas, com forte expertise e condições de investimento, contribuam para o fortalecimento da indústria de óleo & gás no Brasil”, afirmou a companhia brasileira em comunicado.