Plano Decenal de Energia focará em PCHs e fontes renováveis

89

Com foco voltado às hidrelétricas e às fontes renováveis, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) deve publicar até o final de junho o novo Plano Decenal de Energia (PDE). Com prazo até 2026, o plano contemplará as fontes eólica, solar, biomassa e pequenas centrais hidrelétricas (PCH).

Para Luiz Augusto Barroso, presidente da EPE, o novo documento apresentará uma visão “mais realista” do cenário nacional, com uma expectativa de demanda adicional de 10 mil MW a 15 mil MW ao longo deste período.

Essa demanda é o que projeta a EPE, por enquanto, mas as distribuidoras terão um papel importante na definição mais exata desse montante, que deverá ser atendido por novos leilões e poderá incluir também a contratação de termelétricas.