PLD segue em R$ 30,25/MWh no Sudeste, Sul e Norte

60
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE informa que o Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para o período de 23 a 29 de janeiro segue em R$ 30,25/MWh nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte, que corresponde ao valor mínimo estabelecido pela Aneel para 2016. O PLD do Nordeste caiu 2% em relação ao valor da última semana, passando de R$ 309,97/MWh para R$ 304,41/MWh.

As afluências projetadas para o Sistema em janeiro foram revistas de 110% para 107% da Média de Longo Termo – MLT. A redução é esperada nos submercados Sudeste/Centro-Oeste (126% para 123% da MLT) e Sul (216% para 207% da MLT), ainda acima da média histórica para o período. Já as ENAs previstas para o Nordeste foram elevadas de 35% para 38%, enquanto no Norte permanecem em 39% da MLT, mesmo índice da semana anterior.

As previsões refletem o deslocamento do fenômeno ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul), das regiões Sul e Sudeste para as regiões Norte e Nordeste do país, elevando o volume de afluências nessas localidades.

Os limites de recebimento de energia do Nordeste continuam sendo atingidos e o preço deste submercado fica diferente aos demais. Em razão da expectativa de elevação das afluências em todo o país, há redução no recebimento de energia do Sudeste pelo Sul e no envio de energia do Sudeste para o Norte, de forma que os limites de intercâmbio entre estes submercados deixam de ser atingidos, resultando na equalização dos preços.

A análise também indica que os níveis de armazenamento esperados para os reservatórios do SIN ficaram cerca de 6.500 MWmédios além da expectativa, com elevação registrada em todos os submercados, especialmente no Sudeste (+4.900 MWmédios). Nas demais regiões, o acréscimo provocado pelo aumento nas afluências foi de 100 MWmédios no Sul, 850 MWmédios no Nordeste e 650 MWmédios no Norte.

Já a carga de energia do SIN prevista para a quinta semana do mês foi reduzida em 700 MWmédios frente à semana anterior. A redução concentra-se no Sudeste (-1.000 MWmédios) e no Nordeste (-100 MWmédios). Houve elevação na carga prevista para o Sul (+300 MWmédios), permanecendo sem alterações na região Norte.

O fator de ajuste do MRE esperado para janeiro é de 78,5% e os Encargos de Serviços do Sistema – ESS estimados em R$ 871 milhões, sendo R$ 753 milhões referentes à segurança energética.