Procel gera economia de 11 bilhões de kWh em 2015

97

Em 2015, as medidas adotadas pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) conseguiram economizar 11,68 bilhões de kWh de energia. De acordo com a Eletrobras, que coordena o Procel, a economia evitou a emissão de 1,45 milhão de toneladas de gases de efeito estufa na atmosfera no ano.

Além disso, a estatal estima que o total poupado ajudou o País a postergar investimentos de R$ 1,6 bilhão na ampliação da geração de energia. Esse resultado equivale ainda a aproximadamente 2,5% do consumo total de energia elétrica no País ou ao consumo anual de seis milhões de residências.

Selo Procel

Desde 1986, o programa soma investimentos de R$ 2,689 bilhões, que resultaram numa economia de energia de 92,2 bilhões de kWh. Uma das ações do Procel é a concessão do Selo Procel, que já abrange 39 categorias de equipamentos elétricos.

Só ano passado foram comercializados mais de 44 milhões de equipamentos com o selo. A certificação indica aos consumidores que o produto tem melhores níveis de eficiência energética, o que gera economia na conta de luz.

Além disso, foram lançados projetos em escolas e prédios para assegurar a construção de edifícios mais eficientes. Também foram elaborados quatro planos municipais de gestão da energia elétrica, nos municípios de Belém (PA), Sinop (MT), Cacoal (RO) e Porto Velho (RO).

O programa do governo federal é executado pela Eletrobras desde 1985, sob coordenação do Ministério de Minas e Energia.