Rússia conecta o mais moderno reator nuclear à rede elétrica

128

O reator nuclear mais moderno do mundo, único da terceira geração, foi conectado à rede elétrica na Rússia, chegando a gerar 240 MW de eletricidade. Trata-se de um VVER-1200 – a sexta unidade da usina de Novovoronezh.

As unidades de energia da chamada terceira geração são caracterizadas por mais longevidade, eficácia e segurança e atendem a todos os requisitos da Agência Internacional de Energia Atômica pós-Fukushima. Esses reatores possuem um grande número de sistemas passivos, que funcionam sem precisar da intervenção de um operador.

O projeto de Novovoronezh prevê ainda a entrada em operação de uma sétima unidade, que já está em construção e deve ficar pronta em 2018. “A Rosatom é hoje a maior fornecedora de usinas nucleares no mundo. Essa nova operação abre novas oportunidades para a ampliação da nossa presença no mercado global”, disse o presidente da Niaep, subsidiária da Rosatom, Valery Limarenko.