Usinas solares na Bahia conseguem entrar no Reidi

639

Lote arrematado pela Celg GT em leilão de LTs também se enquadra ao regime

O Ministério de Minas e Energia aprovou na última quinta-feira, 18 de agosto, o enquadramento de duas usinas solares ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura. A UFV São Pedro IV fica localizada na cidade de Bom Jesus da Lapa, na Bahia e tem potência de 29,8 MW. Seu prazo de implantação vai de outubro de 2016 até 1º de agosto de 2017 e os investimentos serão de R$ 158,3 milhões, sem impostos. A outra usina que entrou no Reidi foi a UFV São Pedro II, também de 29,8 MW e que vai ser implantada na mesma época e vai ter o mesmo orçamento da UFV São Pedro IV.

Outro projeto enquadrado no Reidi foi o lote F do leilão de LTs, realizado em março de 2015. O lote, que foi arrematado pela Celg GT, abrange as cidades de Itumbiara (MG) e Araporã (GO). O período de obras vai de 6 de março de 2015 até 5 de setembro de 2017. Os investimentos vão chegar a R$ 16,4 milhões, sem impostos. Obras de reforços na Subestação Juína, da EBTE, que fica na cidade de mesmo nome, no Mato Groso (MT), também entraram no Reidi. Vai ser instalado um reator de barras, uma conexão em 230kV e a complementação do módulo para a conexão do reator de barras. A sobras vão de junho de 2016 até junho de 2018 e vão custar R$ 10,3 milhões sem a incidência de impostos.