Vestas se torna a primeira empresa a instalar 100 GW de turbinas eólicas no mundo

45

A Vestas tem sido pioneira em soluções de energia eólica e uma peça fundamental para tornar sustentável o mix de energia do mundo. No final de 2018, a companhia dinamarquesa atingiu a marca de 100 GW de turbinas eólicas instaladas globalmente. O importante marco foi atingido com a instalação da turbina V110-2.0 MW no projeto Wind XI da MidAmerican Energy em Iowa, Estados Unidos. A capacidade do projeto atingirá até 2.000 MW entre 2017 e 2019.

Desde a instalação inaugural de uma turbina V10-30 kW na Dinamarca, em 1979, a Vestas instalou mais de 66 mil turbinas em cerca de 80 países em seis continentes, contribuindo diretamente para a transição da energia eólica de nicho para o mainstream. Hoje, a maior turbina onshore da Vestas é a V150-4.2 MW e o marco de 100 GW foi possível graças a evolução contínua de suas soluções e tecnologia, contribuindo para que a energia eólica se tornasse a forma mais barata de eletricidade em muitos mercados.

“Somos pioneiros no mercado de energia eólica em todo o mundo há 40 anos e instalar 100 GW junto a nossos clientes e parceiros é algo que nos deixa extremamente orgulhosos, pois destaca o quão longe a Vestas e a energia eólica chegaram. É também um prazer comemorar esse marco com um cliente tão importante como a MidAmerican Energy ”, diz Anders Runevad, presidente e CEO da Vestas. “Alcançar esse marco exigiu inovação contínua, forte comprometimento e grande execução de todos os funcionários da Vestas, e os 100 GW representam, portanto, parte fundamental no desenvolvimento das soluções de energia sustentável do futuro”.

Durante a jornada para alcançar a marca de 100 GW, a Vestas contribuiu para a remoção de mais de cem milhões de toneladas de CO2 da atmosfera, fornecendo soluções sustentáveis e econômicas para atender à demanda mundial de energia. Ao chegar nesse patamar, a Vestas atingiu aproximadamente 10% de capacidade instalada de energia eólica e solar ao redor do mundo, cujo total representa 1 TW.

Nos últimos meses, a companhia dinamarquesa fez importantes movimentações no mercado brasileiro que contribuíram para esse importante marco global. Em outubro, a Vestas anunciou o investimento de mais de 23 milhões de euros em uma linha de produção de naceles de V150 – 4,2 MW em suas instalações no Ceará. Além disso, firmou uma parceria com a Echoenergia, por meio de um pedido de 101 MW para fornecer e instalar 24 turbinas eólicas V150-4.2 MW para um parque eólico localizado na Serra do Mel, no Rio Grande do Norte. A mais recente iniciativa foi o anúncio de que a empresa foi selecionada para o projeto do parque eólico Folha Larga, de 151 MW, na Bahia, em um pedido realizado pela Casa dos Ventos que inclui 36 turbinas eólicas V150-4.2 MW. A parceria consolidará a plataforma de 4 MW como a mais competitiva do mercado brasileiro e as turbinas serão montadas na fábrica da Vestas em Aquiraz, no Ceará.

Com base na eletricidade global média, 100 GW de energia eólica economizam cerca de 129 milhões de toneladas de CO2 por ano, igualando as emissões de CO2 de:

  • 141 bilhões de libras de carvão queimado
  • 298 milhões de barris de petróleo
  • 22,54 milhões de lares americanos que usam eletricidade anualmente
  • 33 usinas a carvão
  • Sequestro de carbono de 152 milhões de hectares de floresta