“Condição hidroenergética se agravou”, diz Ministro de Minas e Energia

Em um comunicado oficial, Bento Albuquerque explica que o período de chuvas foi pior que o esperado

Segundo o Ministro de Minas e Energia, a crise hídrica que o Brasil enfrenta é pior do que se esperava. Em um pronunciamento oficial na noite de ontem (31/08), Bento Albuquerque explicou que trata-se de um fenômeno natural que também ocorre, com a mesma intensidade, em muitos outros países.

Ainda assim, ele disse que a condição se agravou e a condição hridroenergética do País está comprometida.

“O período de chuvas na região Sul foi pior que o esperado. Como consequência, os níveis dos reservatórios de nossas usinas hidrelétricas das Regiões Sudeste e Centro Oeste sofreram redução maior do que a prevista. Esta perda de geração hidrelétrica equivale a todo o consumo de energia de uma grande cidade como, por exemplo, o Rio de Janeiro, por cerca de 5 meses”, analisou o Ministro.

Albuquerque ainda destacou que, para enfrentar este momento e garantir o fornecimento de energia, o Governo está utilizando todos os recursos disponíveis e tomando medidas extraordinárias.

“Com pouca água nos reservatórios das hidrelétricas, tivemos que aumentar, significativamente, a geração de energia nas nossas termelétricas e estamos importando energia de países vizinhos”, acrescentou.

A partir disso, o Ministro incentivou os grandes consumidores a contribuir com a redução voluntária do consumo nas horas de ponta do sistema, reduzindo a necessidade de uso de recursos mais caros.

“Incentivamos igualmente os consumidores residenciais, comerciais e de serviços a também participar desse esforço. A título de exemplo, uma redução média de 12% no consumo residencial equivaleria ao suprimento de nada menos que 8,6 milhões de domicílios. Podemos conseguir até mais, eliminando todo o desperdício no consumo de energia, desligando luzes e aparelhos que não estão em uso, aproveitando mais a luz natural, reduzindo a utilização de equipamentos que consomem muita energia como chuveiros elétricos, condicionadores de ar e ferros de passar. E o mais importante:  dando preferência para o uso desses equipamentos durante o período da manhã e nos finais de semana. Os consumidores que aderirem a este chamado e economizarem energia, serão recompensados e poderão ter redução na sua conta de luz.”

Confira o discurso na íntegra AQUI.

Próximo Post

Most Popular