KPMG: renováveis ganham destaque nas atividades de fusões e aquisições

O percentual do número de fusões e aquisições com foco no setor renovável tem aumentado nos últimos anos em toda indústria de energia. Até agosto deste ano, foram fechadas 35 operações em energia, sendo 27 em renováveis, ou seja, 77% do total. Os dados constam na pesquisa de fusões e aquisições realizada pela KPMG.

Em todo ano de 2019, foram realizadas 51 transações, sendo 31 renováveis, um total de 61%. Já em 2018, no total de negócios em energia (55), 53% eram de renováveis (29).

“Projetos renováveis vêm ganhando destaque nos últimos meses em fusões e aquisições. São empresas de diversos setores adquirindo ativos renováveis com foco na implantação de ações e projetos sustentáveis. Podemos dizer que as discussões em torno das questões de meio ambiental, social e governa (ESG) impulsionaram as atividades de fusões e aquisições em energia renovável. Outro fator relevante é volatilidade do preço de energia pela queda de demanda”, analisa o sócio da KPMG, Paulo Guilherme Coimbra.
Próximo Post

Últimas Notícias