ONS estima aumento de 3,9% na projeção de carga para outubro

Subsistema Sudeste/Centro-Oeste tem perspectiva de Energia Natural Afluente em 112% da MLT no fim do mês

O boletim do Programa Mensal de Operação (PMO) com as projeções do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para a outubro, estima que a carga no Sistema Interligado Nacional (SIN) será de 71.476 MWmed, índice 3,9% superior ao aferido no mesmo mês em 2021. .

Três subsistemas apresentam aumento na projeção de carga: Norte com indicação de alta de 14,3% (7.144 MWmed), reflexo da retomada gradativa de demanda por consumidor livre.

Para o Sudeste/Centro-Oeste, a projeção é de aumento de 4,5% (40.769 MWmed) e para o subsistema Sul é de 4,6% (11.990 MWmed). O Nordeste tem projeção de desaceleração de 4,2% (11.573 MWmed).

A Energia Natural Afluente (ENA) deverá atingir, ao final de outubro, 112% da Média de Longo Termo (MLT) na região Sudeste/Centro-Oeste.

No Nordeste e no Norte, os patamares previstos para o final de outubro são os mesmos: 69% da MLT. E o Sul com 58% da MLT.

As projeções da Energia Armazenada (EAR) apontam que os reservatórios do subsistema Sul podem encerrar outubro com 79,6% da capacidade máxima de armazenamento.

Para o Sudeste/Centro-Oeste, a estimativa é de 47,6%. Os dados projetados para o Norte e o Nordeste são de 60% e 61,3%, respectivamente.

O Custo Marginal de Operação (CMO) apresenta valores equalizados em todos os subsistemas e está estimado em R$ 10,21 para a próxima semana operativa, o que representa uma redução de 71,6% em relação à última previsão.

Clique aqui para conferir o relatório na íntegra.

Próximo Post

Most Popular