Santos Brasil obtém autorização para operar terminal de granéis líquidos no Porto do Itaqui (MA)

Empresa trabalha para obter licença para início das operações de seu segundo terminal brownfield

A Santos Brasil acaba de conquistar a autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para operar o TGL 3, seu primeiro terminal de granéis líquidos no Porto do Itaqui (MA), que é hub de distribuição de derivados de petróleo para as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste e tem enorme potencial de crescimento ligado ao agronegócio.

Com capacidade nominal de 20 mil m³, distribuída em sete tanques para armazenamento de diesel, gasolina, etanol anidro e biodiesel, o terminal tem conexões com os modais marítimo, rodoviário, ferroviário e dutoviário e é um dos três terminais arrematados pela Companhia em leilão realizado na B3 em abril do ano passado – dois brownfields (que estavam em operação) e um greenfield, com início de operação previsto até 2026.

A Santos Brasil segue trabalhando pela obtenção da licença para início das operações de seu segundo terminal brownfield, o TGL 1, e também no projeto da terceira área arrematada, o que irá ampliar a capacidade de armazenamento e melhorar o nível de serviço aos clientes.

Combinadas, as outorgas somaram R$ 157,3 milhões. O prazo de cada arrendamento é de 20 anos, com possibilidade de prorrogações sucessivas até o limite de 70 anos.

As três áreas totalizarão 201 mil m³ de capacidade nominal, depois de executados os investimentos previstos em ampliação de capacidade, cujo CapEx pode superar R$ 500 milhões.

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias