SICES inaugura usina de geração em granja de Goiás

Sistema gera energia suficiente para abastecer mil residências e reduz o custo do produtor rural com energia tradicional em R$ 80 mil por mês

A SICES Solar, maior empresa de energia solar fotovoltaica da América Latina, inaugurou uma usina de geração distribuída para o Grupo Josidith, em Leopoldo Bulhões (GO), cidade a cerca de 60 quilômetros de Goiânia. O projeto desenvolvido, em parceria com a Essencial Engenharia Eficiente, contribui para mitigar em 4,3 mil toneladas/mês a emissão de gás carbônico, poluente causador do aquecimento global, além de gerar uma economia de R$ 80 mil/mês para a propriedade rural em relação ao gasto atual com energia.

“A usina foi criada sob medida para o Grupo Josidith e integra a nossa estratégia de embarcar a tecnologia de geração solar no agronegócio. Só para se ter uma ideia da dimensão do projeto, que segue o modelo turnkey desenvolvido pela SICES e engloba todas as soluções tecnológicas de ponta, a capacidade de geração mensal é de 149.250kWh (kilowatt-hora). Isso é o equivalente ao consumo de cerca de mil residências por mês”, compara o Diretor Comercial de Novos Negócios da SICES Solar Lucas Troia.

O executivo conta que a SICES está implementando, ao todo, projetos turnkey em 22 estados, que totalizam mais de 100MW de potência, incluindo iniciativas em propriedades rurais.

Projeto inovador

A usina instalada para o Grupo Josidith é composta por 2.880 módulos FV Monocristalinos de 385Wp e 6 inversores de 125kW. Esses equipamentos foram acoplados na Solução SKID desenvolvida pela SICES, garantindo maior segurança e menor utilização do terreno.

A instalação foi realizada em seis meses pela SICES e a Essencial Engenharia Eficiente. A usina ocupa 15 mil metros quadrados e irá atender ao Grupo Josidith com potência de 1.108kWp (kilowatts-pico).O investimento tem retorno esperado para o valor aplicado pelo Grupo em cinco anos.

O Projeto reforça a presença do Estado de Goiás na geração de energia solar fotovoltaica, hoje ocupando a 6ª posição no ranking nacional de geração distribuída, segundo Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).
“O potencial de Goiás para subir nesse ranking é enorme e o principal aliado para isso é o agronegócio que, além de reduzir custos com a solar, pode ainda ajudar o Estado a reduzir emissões de gases poluentes”, afirma João Felipe Prado, Sócio-Diretor da Essencial.
Próximo Post

Últimas Notícias