Siemens Energy anuncia solução de transformador a seco digital especialmente desenhada para o Brasil

Desenvolvido para o mercado brasileiro, modelo da linha GEAFOL tem maior quantidade de matéria-prima nacionalizada com aplicações para diversos segmentos de mercado.

A Siemens Energy apresenta no Brasil o novo transformador a seco GEAFOL LITE. A solução foi desenvolvida exclusivamente para atender as necessidades do mercado nacional, que demanda por tecnologia, confiabilidade e excelente custo-benefício.

A tecnologia de encapsulamento a vácuo garante a isenção de descargas parciais, um diferencial de mercado. O GEAFOL LITE é desenvolvido para atender o mercado de infraestrutura – como data center, shoppings, portos e aeroportos, todos os segmentos da indústria e também o mercado solar que tem uma grande importância na transição da matriz energética brasileira.

Na análise de Vagner Lucca, gerente de operações de transformadores de distribuição da Siemens Energy no Brasil, o novo transformador disponível ao mercado reforça o pioneirismo da companhia em soluções energéticas customizadas.

O executivo espera ainda um expressivo aumento da demanda por esse tipo de solução, por conta do avanço das energias renováveis e da descentralização da geração de energia, já que o transformador pode atender também o segmento de geração solar do Brasil.

“No futuro, esse gigantesco mercado solar pode colocar o país no centro do debate sobre desenvolvimento sustentável, uma vez que o Brasil tem o segundo maior potencial de geração solar fotovoltaica do planeta. Nossa solução antecipa uma tendência energética no Brasil”.

 

Tecnologia sustentável

Além das características técnicas, o produto oferece um diferencial ecológico, visto que 94% da composição do equipamento pode ser reciclada e retornar à cadeia produtiva depois do ciclo de uso. Não gera resíduos tóxicos e contaminantes.

Essa tecnologia vai ao encontro da meta da empresa em reduzir sua pegada ecológica, impulsionar a economia de baixo carbono dentro e fora de suas operações e integrar seus negócios ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 13 (mudanças climáticas) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas.

Vagner lembra que o transformador é resistente a chamas e autoextinguível, o que oferece maior segurança aos usuários. “A concepção de um produto seguro e não agressivo ao meio ambiente possibilita sua instalação dentro de salas elétricas sem necessidade de paredes corta-fogo garantindo a segurança das pessoas. Outra possibilidade é a instalação ao tempo, com cubículos IP43 ou IP54, sem necessidade de investimento em construção civil”.

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias