SPIC Brasil e Canadian Solar concluem negociação

A conclusão do negócio acontece pouco mais de um mês após as duas companhias anunciarem a parceria

A SPIC Brasil e a Canadian Solar fecharam acordo para a construção e operação dos parques solares greenfield Marangatu (PI) e Panati-Sitiá (CE). A conclusão do negócio acontece pouco mais de um mês após as duas companhias anunciarem a parceria.

A SPIC Brasil tem participação majoritária de 70% nos dois empreendimentos, que receberão investimentos de mais de R$ 2 bilhões. Quando estiverem em operação, prevista para o final do ano que vem, as duas plantas terão capacidade de gerar 738 MW, ficando entre os maiores projetos fotovoltaicos do Brasil.

A energia gerada será comercializada no Ambiente de Contratação Livre (ACL), com a maior parte da energia já firmada em contratos de longo prazo. As usinas vão somar cerca de 12% à receita líquida operacional da SPIC Brasil, que pretende estar entre os 3 principais players privados de geração de energia no Brasil até 2025. Uma das principais avenidas de crescimento da companhia é a energia renovável.

 

Leia Mais:

SPIC Brasil adquire projetos de geração solar no Piauí e Ceará

CEO da SPIC Brasil está entre os 100 Mais Influentes da Energia da Década

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias