Vestas fecha acordo com a Engie para implementar o maior projeto eólico da América Latina

Projeto terá capacidade total de 846 MW quando concluído

A Engie Brasil Energia assinou um acordo com a Vestas para o parque eólico Serra de Assuruá no estado da Bahia, no município de Gentio do Ouro, Brasil.

O projeto tem uma capacidade total de 846 MW, assim que for totalmente instalado, o que o torna o maior projeto eólico da América Latina.

O pedido inclui o fornecimento inicial, instalação, operação e manutenção de 120 V150-4,5 MW de turbinas para a primeira fase de 540 MW da Serra de Assuruá.

Adicionalmente à fase 1, o contrato inclui a opção para a ENGIE de adquirir outras 68 unidades até o final de 2022 para a fase 2 do parque eólico.

A Vestas também entregará um contrato de serviço de 25 anos do Active Output Management 5000 (AOM 5000).

Este acordo otimizará a produção de energia, ao mesmo tempo em que oferecerá segurança a longo prazo.

“A Vestas tem o prazer de trabalhar em parceria com a ENGIE Brasil Energia e reforça o interesse de ambas as empresas em acelerar a transição energética no país. Continuaremos a desempenhar um papel ativo no desenvolvimento do sistema de energia renovável do Brasil com a contínua colaboração e confiança de nossos parceiros e por meio de projetos de alto impacto como o Serra de Assuruá”, diz Eduardo Ricotta, Presidente da Vestas América Latina.

Estima-se que a entrega e a operação comercial do Serra do Assuruá começará gradualmente a partir do segundo semestre de 2024.

Com este projeto, a Vestas supera o marco de 8 GW de recepção de pedidos no Brasil para turbinas eólicas com plataforma de 4 MW desde 2018, consolidando-se como a plataforma de turbinas eólicas mais vendida de todos os tempos no Brasil.

Desde que a plataforma foi introduzida em 2010, a Vestas já instalou mais de 59 GW de turbinas eólicas de plataforma de 4 MW em todo o mundo.

Próximo Post

Most Popular