Alessandro Cunha, do Grupo BC Energia: “A preocupação e o cuidado com as pessoas deve orientar todas decisões”

O CEO conta o início de sua carreira, assim como perspectivas para o setor de energia nos próximos anos

Alessandro de Brito Cunha poderia ter nascido com energia no sobrenome! Nascido em Goiânia, o hoje CEO do Grupo BC Energia entrou no mundo corporativo já aos 14 anos na área de Tecnologia da Informação, graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Rondônia e, mesmo tendo passado em excelentes concursos públicos, DNMP aos 18 anos, Eletrobrás aos 19 TRE-RO e Ministério Público Federal, não se satisfez. Era muita energia empreendedora descontextualizada do que realmente almejava. Pediu exoneração e abriu seu próprio escritório, especializado no setor elétrico.

Do escritório para a ampliação do escopo, foi um salto também veloz: “Hoje atuamos na trading, na geração e com consultoria, tanto no Mercado Livre, como na Geração Distribuída”, explica o CEO, que também ocupa cadeira como conselheiro na Abraceel (Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia).

Como energia exige movimento constante, Alessandro conta que está ampliando as operações de trading, aumentando a margem operacional e montando um portfólio de longo prazo com geradores e consumidores de energia. Uma novidade exclusiva é que a empresa lançará a comercializadora varejista e pretendem alcançar 20 MW de potência instalada em 2021 e, em 2022, o projeto é expandir para 40 MW.

Segundo ele, esse cenário otimista é possível porque o mercado de energia no Brasil está em crescimento. Nos próximos anos, ele acredita que o maior desafio será abrir o Mercado Livre de energia, permitindo o acesso a todos os consumidores. Somado a isso, existe o desafio de expandir a matriz energética com energias renováveis, garantindo a segurança de suprimento.

Expandir negócios realmente está em seu DNA, mas para o CEO, ser um líder jovem, num mercado dinâmico e em cenários econômicos, sociais e culturais tão adversos, é um grande desafio. A integração de processos internos com o atendimento às necessidades do cliente, a comunicação acessível, a visão de sustentabilidade são pontos essenciais ao negócio, mas não caminham sem a visão de pessoas e para pessoas. Hoje o CEO tem, mesmo muito jovem, o respeito e admiração de sua equipe, conquistada pela sua maturidade em negócios e em sua liderança inspiradora.

“Se pudesse dar um conselho para quem almeja uma trajetória de sucesso, seria: pense grande, comece pequeno e seja profundo. É necessário dar o seu melhor em tudo que fizer, tendo a certeza de que não será fácil, vai exigir resiliência, determinação, capacidade de adaptação, respeito às pessoas e, com certeza, muita energia!”, finaliza o fundador do Grupo BC Energia.

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias