KPMG: energia e petróleo têm 43 startups com foco em regulação no Brasil

KPMG: energia e petróleo têm 43 startups com foco em regulação no Brasil

Um estudo inédito da KPMG identificou que os setores de energia e de petróleo e gás têm 43 startups com foco em inovação em regulação, cerca de 13,9% do total de empresas desse porte no Brasil (309). Trata-se do segundo setor que mais possui startups do ramo de regulação apontado pelo mapeamento, ficando atrás das empresas multissetoriais que têm 210 (68%).

Do total das 43 startups de energia do ramo de regulação, 17 dela têm foco em manutenção preventiva, preditiva e corretiva (5,5%), outras 17 são de monitoramento, preservação e laudo ambiental (5,5%) e nove são de geração, gestão e monitoramento energético (2,9%).

As regtechs são startups que oferecem soluções ajudar empresas a se adequar às mudanças no ambiente regulatório (leis, regulamentos e outras normas), a trazer inteligência para a gestão regulatória e até mesmo a monitorar movimentos governamentais e de legisladores.

“Os setores de energia e de petróleo estão entre os mais regulados no Brasil e no mundo. O número considerável de startups desse segmento com foco em regulação aponta a força que vem ganhando essa visão estratégica que alia inovação ao expertise regulatório”, explica o sócio de regulatório da KPMG no Brasil, Philipe Moura.

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias