“Nosso negócio não é só energia renovável ou só térmica, nosso negócio é energia”, afirma Ana Carolina, CFO da Natural Energia

Engenheira Mecânica formada na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ana Carolina Martins Ribeiro, CFO da Natural Energia, possui uma vasta experiência acadêmica que começa com a sua dedicação em atividades extracurriculares no ensino médio até nos trabalhos voluntários.

Antes mesmo de entrar na faculdade, Ana Carolina trabalho em uma pequena empresa e foi lá que a executiva se identificou com as atividades do ramo financeiro.

A primeira oportunidade profissional foi como estagiária no setor comercial na Brookfield Energias Renováveis. Durante esse período, ela investiu no conhecimento sobre o mercado financeiro através do curso de Finanças do Coppead.

Foi em 2014 que a engenheira entrou para o time da Natural Energia como estagiária, passando por modelagem financeira, de negócios entre outros setores. Ela destaca a importância da empresa em sua trajetória como profissional: “ao longo dos quase 7 anos em que faço parte da companhia tive a oportunidade de crescer e aprender com grandes profissionais que cruzaram nosso caminho”.

Ana Carolina realizou diversos cursos na área financeira e de empreendedorismo em Stanford, Chicago Booth, IBMEC, dentre outros. Ela destaca que esse investimento foi um grande diferencial em seu currículo. “Esses cursos me deram uma visão diferente para muitos aspectos do meu dia a dia, mas eu brinco que a Natural Energia é que é meu MBA, com mestrado e doutorado em empreendedorismo, desenvolvimento de projetos e fund raising.”

Hoje, à frente do time financeiro da Natural Energia, Ana Carolina acredita que alguns valores são fundamentais para a boa performance profissional. “Um deles é o empreendedorismo, que depende da proatividade da equipe já que o número de pessoas é muito enxuto enquanto a demanda é grande.”

Outro valor fundamental para Ana Carolina é a organização, para que todo o planejamento aconteça dentro dos prazos e dos orçamentos previstos. “Outro fator importante é a meritocracia, que incentiva todos a darem o melhor de si em prol do bem comum, que é a performance da companhia.”

Apesar de existir um certo padrão nas atividades de muitos dos CFOs do setor, o cargo que Ana Carolina ocupa tem um perfil diferente em função da empresa. Primeiro porque, segundo ela, a Natural Energia não é regulada. “Além disso, o time trabalha nas fases iniciais dos projetos de geração, uma etapa que nem sempre é comum nas grandes geradoras.”

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias