Petrobras aumenta oferta de combustíveis para termelétricas

As termelétricas ganharam destaque em função da grave crise hídrica que o Brasil passa

Entre setembro de 2020 e junho de 2021, houve um aumento significativo na geração das usinas termelétricas em função da ampliação da oferta de combustíveis por parte da Petrobras.

As termelétricas foram de 2 mil megawatts (MW) para quase 8 mil MW. Nesse mesmo período, o volume de gás disponibilizado pela estatal para termelétricas aumentou de 12 milhões para 35 milhões de metros cúbicos por dia, alta de 19%.

“O incremento se deu por meio de uma série de medidas antecipatórias para maximizar a oferta de gás natural ao mercado”, ressalta a estatal.

Entre as medidas está a ampliação da capacidade do Terminal de Regaseificação da Baía de Guanabara, de 20 milhões para 30 milhões de metros cúbicos por dia; o posicionamento dos dois navios regaseificadores nos Terminais da Bahia (TR-BA) e do Rio de Janeiro; e a importação de gás natural liquefeito (GNL), chegando a mais de 14 navios por mês.

Além disso, a Petrobras destacou a flexibilização pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) da especificação do gás processado na unidade de tratamento de Caraguatatuba, além da interligação das Rotas 1 e 2 de escoamento de gás do pré-sal.

Já em relação ao fornecimento de óleo combustível para uso por clientes termelétricos, a oferta aumentou de zero em setembro de 2020 para 183 mil toneladas em junho de 2021, e o volume de diesel para este fim variou de zero para 44 mil m3 por mês no mesmo período.

Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias