PetroReconcavo assina contrato com a Potigás para fornecimento de gás natural no Rio Grande do Norte

Contrato de dois anos, a partir de janeiro de 2022, prevê a entrega de 236 mil m³/dia de gás natural pela Potiguar E&P

A PetroReconcavo assinou o contrato de compra e venda para suprimento de gás natural da Companhia Potiguar de Gás, Potigás, para entrega de 236 mil m³/dia de gás natural a partir de 1º de janeiro de 2022.

A celebração ocorreu na sede da Potiguar E&P, em Mossoró, e contou com o CEO da Companhia e da Potiguar E&P, Marcelo Magalhães, e o diretor Técnico e Comercial da Potigás, Sérgio Henrique Guimarães de Paula, além da governadora do Rio Grande do Norte, professora Fátima Bezerra.

O gás produzido e fornecido à Potigás virá das 32 concessões, que são operadas pela Potiguar E&P desde 2019 no Rio Grande do Norte, quando a companhia concluiu a compra do primeiro Polo do desinvestimento de campos onshore da Petrobras.

De acordo com divulgação no site da distribuidora, o contrato de dois anos representará uma redução de 35% no valor da molécula, sendo toda a economia gerada pela nova contratação repassada integralmente ao consumidor final.

“A iniciativa possibilitará um ambiente ainda mais plural para a comercialização de gás natural, além de ser uma oportunidade de ampliação dos negócios, já que a Bacia Potiguar é uma excelente produtora de gás. O contrato permitirá um aumento na demanda, impulsionada pela redução dos preços ao consumidor final. Temos investido constantemente na confiabilidade dos sistemas de escoamento da produção para garantir um fornecimento seguro e estável aos nossos clientes”, disse o CEO da PetroReconcavo, Marcelo Magalhães.

Segundo a presidente da Potigás, Larissa Dantas, o contrato representa um ganho para o Rio Grande do Norte.
“Não somente o consumidor final do gás natural canalizado será beneficiado, mas todo o estado. Pois além da cadeia do gás ser executada totalmente em solo potiguar, também possibilitará a atração de novos investimentos, de novas indústrias para o RN, impactando diretamente toda a economia com a geração de emprego e renda para os potiguares”, afirma.
A governadora do RN, professora Fátima Bezerra, reitera as expectativas positivas a partir da assinatura do contrato.

“Esperamos justamente a redução no valor para o repasse ao consumidor e que o gás natural seja um diferencial, um atrativo importante do Rio Grande do Norte para trazer as empresas para o estado e geração de emprego para o nosso povo”.

O início do fornecimento está vinculado à conclusão de negociações em andamento com a Petrobras para o acesso às infraestruturas de escoamento e processamento da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) Guamaré.

Mercado de Gás

O “Novo Mercado de Gás Natural” encontra-se em um ritmo de plena expansão. Com o plano de desinvestimento da Petrobras e os recentes avanços nas legislações estaduais no que diz respeito à criação do mercado livre, será possível um ambiente mais plural para a produção da comercialização deste insumo.

O gás produzido pela PetroReconcavo em campos maduros onshore tende a ter o menor custo de produção e tratamento, com a molécula chegando de forma muito competitiva nas redes de transporte e distribuição.

Segundo Magalhães, a companhia tem o objetivo de tornar-se o principal fornecedor de gás natural para toda a região Nordeste, sempre com disciplina financeira para o avanço de seu plano de expansão.
“Estamos entusiasmados com a oportunidade que o mercado de gás nos proporciona, através de uma competição saudável entre os players do setor para adquirir, desenvolver e incrementar a produção desses ativos, gerando oportunidades de trabalho e aumento de arrecadação, seja através de royalties ou arrecadação de impostos nos municípios”, conclui o CEO.
Próximo Post

ENERGY DAY

Nenhum evento encontrado!

Últimas Notícias